Domingo, 19 de Fevereiro de 2012

Agora que se aproximam os dias menos frios é uma boa altura para recordar as tendências da próxima estação. Invocando os dias seis, sete, oito e nove de Outubro do ano passado no Terreiro do Paço/Pátio da Galé, relembramos as colecções apresentadas por alguns dos melhores estilistas portugueses, no que foi a Moda Lisboa – Transfusion.

 

Os Burgueses surgiram com a sua proposta de vestidos em balão, onde predominava essencialmente o branco. Alexandra Moura ofereceu peças de cortes assimétricos e cores sólidas que foram complementadas com uns bizarros óculos de lagarta. Os vestidos a desvendar a zona torácica, em tons de azul e cinza, foram da autoria de Pedro Pedro. Maria Gambina, com a particular mistura de cores a que já nos habituou, exibiu peças com estampados em forma de salpicos de tinta. Com Alves/Gonçalves pudemos assistir à apresentação de vestidos geométricos de tecido leve e simples. Da criação de V!tor/Lab foram exibidas peças com riscas coloridas misturadas com khaki. Num tom mais formal, Ricardo Preto presenteou-nos com vestidos leves e biquínis. Já Luís Buchinho deu destaque a peças esvoaçantes e pormenores brilhantes que realçaram as cores de Verão presentes na colecção. Por fim, Ana Salazar, na altura ainda em colaboração com a marca, vincou, mais uma vez, o seu trabalho com a sua irreverencia, usando e abusando dos transparentes e simultaneamente oferecendo impressões de terra.

 

 

 

Os Burgueses Alexandra Moura 

                 Os Burgueses                                        Alexandra Moura

 

 

Pedro Pedro Maria Gambina

                  Pedro Pedro                                          Maria Gambina

 

 

Alves/Gonçalves V!tor/LAB

                 Alves/Gonçalves                                        V!tor/LAB

 

 

Ricardo Preto Luís Buchinho

                   Ricardo Preto                                        Luís Buchinho

 

 

 

Ana Salazar
Ana Salazar

 

 

A próxima estação estará repleta de novidades. As costas tornaram-se um ponto de referência estando sempre bem visíveis. Os transparentes e a renda assumem cada vez mais um lugar de destaque. Cores leves como o menta, o bege, e o rosa estarão muito presentes. Os anos vinte renascem nos vestidos esvoaçantes e cobertos de folhos.

 

O espectáculo denominado Transfusion foi o espelho do que podemos entender por moda. Definiu-a como uma mistura de expressão e imagem que não passa despercebida. Para tal seria necessário “ter os olhos fechados, ignorar os sentidos individuais e encarar a vida ao contrário” (http://www.modalisboa.pt/ptmoda.phpmenulateral=10022003&view=ptmoda_apresentacao_eng&criterio=_chave%20like%20`mlx37_press_release`&lang=eng).

 

 

_________________________________

 

 

 

Now that less cold day are approaching, it is a good time to recall the trends for the next season. On the sixth, seventh, eighth and ninth of last October at the Terreiro do Paço/ Pátio da Galé, the collections of some of the best Portuguese designers were presented, in Moda Lisboa - Transfusion.

 

Os Burgueses came up with balloon shaped dresses, where the white was predominant. Alexandra Moura gave us pieces of solid colours and asymmetric cuts that were complemented with a bizarre caterpillar glasses. Midriff baring dresses, in shades of blue and grey, were designed by Pedro Pedro. Maria Gambina, with the particular mixture of colours that she has accustomed us with, showed pieces whit splattered prints. Alves / Gonçalves presented us with geometric chiffon frocks. From the creation of V!tor / Lab were displayed pieces with coloured stripes mixed with khaki. In a more formal way, Ricardo Preto presented us with light dresses and bikinis. Luis Buchinho has highlighted flowing parts and details, who emphasize the bright summer colours in the collection. Finally, Ana Salazar, at the time still in collaboration with the brand, has underlined once again her work with her irreverence, using and abusing of transparency and offering earthy prints.

 


 


 

The next season will be full of news. The backs have become a reference point being always clearly visible. The transparent and rent are becoming more and more prominent. Soft colours such as mint, beige, and pink are very present. The twenties are reborn in flowing dresses covered with frills.

 

The show called Transfusion was a mirror of what we can understand as fashion. It has defined it as a mixture of expression and image that does not go unnoticed. This would require one to "have your eyes shut, to ignore your senses and to live facing backwards" 

(http://www.modalisboa.pt/ptmoda.phpmenulateral=10022003&view=ptmoda_apresentacao_eng&criterio=_chave%20like%20`mlx37_press_release`&lang=eng).

 

 

Por: Raquel Rebelo



publicado por stylolisboa às 17:46 | link do post | comentar
|

mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Calzedonia - Praia Verão ...

Jeffrey Campbell um nome ...

Estelita Mendonça - Para ...

My stock

Susana Bettencourt

Autopsy by Jordann Santos...

“La Hire” - Fernando Lope...

Luís Buchinho Knitwear - ...

Júlio Torcato outono/inve...

Ricardo Preto

arquivos
tags

aw12

burberry

christopher bailey

cultura

entrevistas

estilistas

eventos

fotografia

jordann santos

london fashion week

maquilhagem

marcas

moda lisboa

portugal fashion

quem somos

street style

tendências

todas as tags

Contador
blogs SAPO
subscrever feeds