Quinta-feira, 19 de Abril de 2012

A concretização pessoal acima de tudo. Uma frase que poderia descrever na perfeição o percurso de vida tomado até agora pelo jovem estilista João Pedro Estelita Mendonça. Com apenas 24 anos de idade evidenciou-se pelo seu talento. Prova disso foi a sua mais recente participação na 30 edição do Portugal Fashion, onde apresentou a sua colecção Outono/Inverno em Lisboa e no Porto.

 

 

 

 

 

 

 

Concluiu o ensino secundário na área de Ciências ingressando de seguida no curso de Recursos Humanos. No entanto rapidamente percebeu que essa não seria a sua vocação. Desde pequeno que “gostava de coordenar a roupa para o dia seguinte, de ter um cuidado exagerado com o que tinha vestido e de ter uma peça preferida”, afirma. Assim descobriu a Academia de Moda do Porto “que tinha a mais-valia de ser ao lado de casa e inscrevi-me”.

 

No entanto o trabalho desenvolvido no mundo da moda já tinha começado. Por volta dos 16 anos João frequentava um curso para manequins. “Durante o curso apercebi-me que apreciava muito mais a parte de produção, de make up, dos bastidores do que propriamente da passerelle. Comecei a trabalhar como make up artist mas também percebi rapidamente que ainda não era aquilo e decidi experimentar o design de moda. Apaixonei-me imediatamente pela versatilidade artística que o curso me ofereceu e decidi investir.”

 

Desde então tem participado em vários concursos para jovens criadores. A sua primeira experiência foi com o exponoivos mas as melhores recordações surgem quando relembra a sua participação no concurso Acrobatic. “ Acho que foi ai que percebi, “ é mesmo isto que eu quero”. Sabia que a sua colecção ainda não estava ao nível que pretendia e que existiam concorrentes mais fortes mas “sentia-me a competir, gostei disso e queria mais. Acho que fiquei viciado em criar moda. Para mim criar é mostrar um bocadinho do que nos somos e é isso que me fascina.”, afirma.

 

 

 

 

 Lookbook da sua mais recente colecção Out/Inv 

 

 

 

 

O convite para a participação na 30º edição do Portugal Fashion surgiu através de um telefonema efectuado por Miguel Flôr, coordenador do espaço Bloom e ex. professor de João. “Fiquei ainda mais hiperactivo. Acabei a semana de férias e voltei para o Porto já com a colecção desenhada pronto a investigar tecidos e a confeccionar tudo”. Assim, quer no Porto quer em Lisboa, pudemos assistir à apresentação da mais recente colecção do estilista. Um trabalho baseado essencialmente na problemática da movimentação de pessoas pelo mundo e pela absorção, destas, de novas culturas e costumes. “Como será estar com eles daqui a vinte anos quando já tiverem vivido no México, na Holanda, na Austrália e etc., e tiverem adquirido costumes em todos estes sítios? Que fusão de costumes pode sair dali?”, interroga-se.

 

Para o futuro João tem já reservados alguns planos. A indústria é um ponto a atingir uma vez que a considera um foco de aprendizagem. No entanto a sua verdadeira ambição passa por conseguir viver da criação de moda.

 

 

 

 

Desfile Portugal Fashion /Alfândega do Porto

 

 

 

 

Por: Raquel Rebelo



publicado por stylolisboa às 10:38 | link do post | comentar
|

mais sobre mim
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Calzedonia - Praia Verão ...

Jeffrey Campbell um nome ...

Estelita Mendonça - Para ...

My stock

Susana Bettencourt

Autopsy by Jordann Santos...

“La Hire” - Fernando Lope...

Luís Buchinho Knitwear - ...

Júlio Torcato outono/inve...

Ricardo Preto

arquivos
tags

aw12

burberry

christopher bailey

cultura

entrevistas

estilistas

eventos

fotografia

jordann santos

london fashion week

maquilhagem

marcas

moda lisboa

portugal fashion

quem somos

street style

tendências

todas as tags

Contador
blogs SAPO
subscrever feeds